História
 
Ponte de Ferro
As raízes de Mafra vêm desde os tempos das tribos indígenas, “botocudos”. No verão, habitavam o litoral e no inverno deslocavam-se para o Planalto. No século XVIII, os tropeiros conduzindo cavalos e gado começaram abrir caminho.
Mais tarde, em 1826, com a abertura das estradas formou-se um povoado e com a chegada de imigrantes europeus, em 1829, iniciou-se o processo de colonização.
Em 1916, ao final da Guerra do Contestado, celebrou-se o acordo entre Santa Catarina e Paraná, parte do município de Rio Negro foi anexada ao estado de Santa Catarina, transformando-se oficialmente em 8 de setembro de 1917, no município de Mafra, cujo nome homenageou o advogado Manoel Silva Mafra, defensor da questão para Santa Catarina.