História
 
Igreja Santa Cruz

Canoinhas situa-se no planalto norte do estado de Santa Catarina. O município se desenvolveu a partir da chegada de imigrantes, alemães, poloneses, ucranianos, italianos e sírios-libaneses e a primeira atividade econômica foi o extrativismo da madeira e da erva-mate. Foi fundada por Francisco de Paula Pereira, no final do século passado, e conquistou sua emancipação em 12 de setembro de 1911.
A região teve um dos mais sangrentos conflitos ocorridos no sul do país, a Guerra do Contestado, que se desenrolou no período de 1912 a 1916.
A agricultura local produz principalmente feijão, trigo, milho, batata e fumo.

Estação Ferroviária

Esta era a estação original de Canoinhas. Foi esta uma das atacadas e incendiadas durante a guerra do Contestado, em 1913. Com a abertura do curto ramal de Canoinhas, em 1930, ela passou o entroncamento com esse ramal, e teve alterado o seu nome para Marcílio Dias, em homenagem ao marinheiro gaúcho, herói da Guerra do Paraguai, que morreu enrolado na bandeira do Brasil, para não ter de entregá-la aos paraguaios, na batalha do Riachuelo, em 1865. A nova estação passou a ser a da ponta do ramal. O ramal foi desativado para passageiros no final dos anos 1960 e desativado definitivamente em 1976.